quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

O outro lado do intercâmbio...

"As férias foram deslizando entre meus dedos como areia da praia antes que eu percebesse.Não tive muito tempo para escrever.Reorganizei minhas coisas para voltarmos pra casa,ajudei a limpar,carreguei coisas para o carro,aproveitei a neve todo o tempo que pude,dormi(...).Enfim, o tempo que tive para escrever não proporcionava a escrita e acabei deixando de lado.


Ano passado.Me diverti ao usar essas duas palavras ao fim de cada uma de minhas frases.Sem problemas este ano.Fresca,renovada e com novas esperanças.Me conforta saber que volto pra casa este ano também, embora eu vá sentir a falta de muitas coisas aqui, eu mal posso esperar para abraçar a minha família,encontrar meus amigos e embarcar nessa aventura chamada futuro(....)

Quase não consigo crer que volto para casa em 5 meses.O tempo passou voando,ignorando completamente minhas antigas preces - que parecem atendidas agora que as ignorei - de fazer com que o tempo passasse devagar.Ás vezes me pergunto se eu fui louca de vir pra cá ou se foi uma de minhas melhores idéias.Sinto falta das nossas comemorações no Brasil, do nosso calor e do nosso carinho.Sinto falta da nossa cultura e daquilo que é normal pra mim, como um simples pão francês ás 18h ou uma caminhada no shopping com as amigas para olhar as roupas lindas que desejamos ter mas que AINDA não podemos comprar(...)"


Eu já havia falado que iria fazer um post sobre "O outro lado do Intercâmbio",que é algo mais aprofundado nos problemas que podem acontecer.Me perguntei muitas vezes se eu não havia passado uma idéia errada pra vocês sobre o programa,pois tudo tem o seu lado bom e o seu lado ruim.Antes de eu falar mais alguma coisa, nunca esqueçam que quem faz o Intercâmbio é VOCÊS!(:

Não tive problemas com papéis,organização,host family ou algo do gênero no meu intercâmbio,mas isso não quer dizer que não possa acontecer.Você pode cair em uma família e não se encaixar muito bem com os costumes deles/com a religião/com a personalidade.A sua agência só trocará sua host family,se você tiver um ÓTIMO motivo."Não gostei da localização da casa,não tem nada pra fazer/Briguei com meu irmão/Eles querem que eu vá na Igreja todos os finais de semana", não são motivos para trocar você de família.Se você cai em um família de um religião diferente e eles tem o costume de ir á igreja,você terá de submeter a fazer isso.Eu tenho uma amiga intercambista, que a host family dela é mórmon e eles vão na igreja sempre.Ela não pode usar regatas e nem shorts muito curtos em casa, não pode ficar até muito tarde no computador e se acontece dela falar algum palavrão, é um pecado.O que ela me conta é que é complicado e que nem sempre ela gosta muito,mas que a família trata ela muito bem e que são muito queridos.Tudo depende da maneira como você encara a situação!Ela encara isso como desafio e aceita na boa,e você,como encararia?Motivos reais para troca de família,são coisas mais sérias como tratarem você como empregada ou babá (eu ajudo na limpeza da casa e de vez em quando eu cuido das crianças da minha host family para ajudar e não é esse tipo de coisa que estou falando)me refiro á fazerem isso em excesso,trancarem você em casa ou não te alimentarem.E acreditem gente, da mesma maneira que há pessoas boas pelo mundo,há pessoas ruins.Antes de eu vir pra cá,eu ouvi histórias absurdas como estas.


Os problemas que tive,foram os problemas que qualquer intercambista sofre,querendo ou não.Saudades de casa,choque cultural,dúvida,medo,insegurança,tristeza(...) Tudo isso faz parte do seu crescimento no outro país.O objetivo do intercâmbio é aprender a nova língua,amadurecer,se tornar mais independente,conhecer novos lugares,novas pessoas, e tudo depende DE VOCÊ.Acima,o que vocês leram foi um pequeno pedaço do meu Journal dos dias de ontem e hoje misturados.Quando cheguei aqui,até o meu 4° mês,me perguntavam se eu estava homesick (querendo voltar pra casa,com muita saudades) e eu dizia: "Nem um pouco!".Acho que meu cérebro não tinha processado que eu estaria sem ver minha família e meus amigos por UM ANO.Eu tinha saudades de casa, mas eu me recusava a pensar em voltar.Estava curtindo e queria mais,o que me fez completamente feliz sem hesitação alguma.Mas isso não acontece sempre e talvez aconteça diferente pra você.Escutei muito antes de vir pra cá que os primeiros dias seriam muito difíceis e que eu iria querer voltar pra casa e na verdade nada disso aconteceu.Somente ao meio do 4° mês que comecei a sentir muita falta de casa.Minha host family é maravilhosa!Me tratam como filha e tudo o que podem fazer pra agradar a mim e a Karoline els fazem.Mas será que isto basta?

Você sente falta da sua família,dos seus costumes,das coisas que você costuma fazer(sua rotina),comer,tudo,até mesmo aquelas tralhas que insistem em ficar empilhadas no seu quarto (rs).Eu morava em uma cidade grande e aqui eu moro em uma cidade pequena.Não tenho muitos lugares para ir e isso me deixa um pouco frustrada pois eu era acostumada a sempre estar em algum lugar com meus amigos fazendo alguma coisa,mesmo que seja só jogando UNO e comendo pão,rs.Sinto falta até mesmo das briguinhas que tinha com a minha irmã menor, dos avisos da minha mãe de 'Não esquecer de passar o aspirador na casa,lavar a louça,colocar roupa na corda e dar comida pros gatos'  e das jantas que tínhamos na casa da minha irmã seguido de um ótimo jogo de cartas ou até de play (rs).Os americanos são diferentes dos Brasileiros, e não é que sejam frios e não sejam atenciosos mas os Brasileiros são calorosos e amam estrangeiros,pessoas novas sabe?Nosso jeitinho Brasileiro de receber as pessoas não tem igual.Somos muito expressivos,gostamos de abraçar,beijar e demonstrar nosso carinho e nossa saudade (duas palavras que não existem no inglês) e essas são algumas coisas de que sinto falta também.Como os americanos já estão acostumados a receber MUITOS estrangeiros, já não é algo fenomenal pra eles.Em alguns dias em que me senti um pouco sozinha, me perguntei se eu tinha feito a decisão certa e se eu me arrependia da mesma.Logo,para me sentir melhor,lembro que isso é um sonho e que tenho um milhão de coisas novas para descobrir por aqui e logo logo estarei na minha sala contando tudo isso para minha família e meus amigos.

Minha vida no Brasil,era basicamente da seguinte maneira:
Eu trabalhava,estava concluindo meu ensino médio (como contei da história do magistério),fazia academia e estava naquela fase de cursinho-pré-vestibular-faculdade-futuro.Eu não parava muito em casa por que trabalhava na parte da manhã,chegava em casa e almoçava em 15 minutos, ia pra escola,voltava e tomava café em 15 minutos e ia pra academia para depois sim descansar (rs).Nos finais de semana,eu saía com minha família ou com os meus amigos.Caminhávamos pelo parque com os cachorros (das minhas amigas) ou iríamos jantar e conversar juntas.Algumas vezes íamos em festas ou simplesmente uma na casa da outra só para matar um pouquinho da saudade.Antes de eu vir pro USA,recebi uma proposta de uma das melhores agências de modelos do Brasil para trabalhar com eles de imediato.

O que eu quis dizer com este último parágrafo,é que não foi nem um pouquinho fácil deixar o Brasil, e aqui estou eu.A cidade é pequena e tudo fica longe; logo passo bastante tempo em casa.O círculo social que tenho aqui,é super diferente do que eu tinha no Brasil.Não tenho amigos DE VERDADE sabe?Por que amigos pra mim,são aqueles em que podemos confiar nossa vida.Aqui eu tenho 'conhecidos', que são sempre divertidos de sair e passar um tempo.Agora é Verão no Brasil e eu começo a me recordar que no Verão passado, foi um dos melhores meses que passei no Brasil.Eu estava de férias e trabalhava com minhas amigas e como eu não tinha aula, eu passava trabalhando mais horas do que eu deveria e não ligava por que era prazeroso estar lá.Eu podia almoçar com minhas amigas,trabalhar com elas,minha chefe era muito meiga e proporcionava um bom ambiente de trabalho e quando eu voltava para casa era com um lindo pôr-do-sol e calmaria explêndida.Comecei a perceber que não estarei no aniversário de muitas pessoas da minha família e de amigos maravilhosos.Vou perder o carnaval e não vou recuperar até o ano que vem ( não que eu ame super o carnaval mas,é legal rs ).Uma de minhas melhores amigas mora em um estado diferente do meu e ela está indo pra minha cidade agora em janeiro e eu não estarei lá também.Fora as coisas que acontecem que seus amigos e família lhe contam, das conquistas que alcançaram, das festas que foram,momentos que passaram(...)

Enfim,se eu ficar remoendo cada coisa que estou perdendo no Brasil,iria adoecer de saudades de casa rs.Temos que aprender a enfrentar isso e levantar a cabeça para o aprendizado, por que afinal, não é como se você estivesse perdendo um ano da sua vida,BEM PELO CONTRÁRIO!Você está ganhando um ano de experiências inimagináveis, vivendo o seu sonho e vivenciando um monte de coisas que valerão muito em sua vida!Fora que,já pensaram quanta coisa nova para provar,ver,ouvir,estudar,VIVER?Só quero ter a certeza de não passar a idéia de 'perfeição' pra vocês.TUDO na vida, tem o lado bom e o lado ruim,temos somente que saber qual deles pesará mais na nossa balança ;D.

E eu acho que é isso aí pessoal.. (:
Outra coisa que falarei em um próximo post, é como a sua visão muda quando você viaja para outro país.Muito brasileiro acho que o Brasil é uma 'porcaria' e que os Estados Unidos domina e etc.Não vou dizer que você tem que amar o seu país e tentar mudar sua opinião por que, opinião é opinião gente; só quero também mostrar pra vocês que existe outra face na moeda e que o Brasil é tão bom quanto o USA (:  Não quero desfazer do USA ou algo do gênero,só quero mostrar o outro lado tanto do Brasil,como do país que estou morando,pois acho que pra quem vê de longe ( até mesmo pra mim,quando morava no Brasil ),tudo tudo parece completamente certo e perfeito,quando na verdade não é ;)

Fiquem ligados!
xoxo,N


PS:
Desculpem o post gigante e sem muitas figuras.Sei que fotos são atrativas e boas mas neste post eu tinha mais coisas para falar do que para mostrar. xx

25 comentários:

Anónimo disse...

Noss muito bom o post , você escreve muito garota !! Jornalista com certeza no futuro , parabéns pelas suas conquistas.

Tatyanna Gois disse...

Nanda, você escreve muito bem. Mesmo que eu (ainda) não tenha feito intercâmbio, deu pra sentir um pouco como é essa coisa da saudade e tals. Faltam menos de 9 meses pro meu intercâmbio e eu to muito animada, apesar de saber dos prós e dos contras.
Enfim, adoro o seu blog! Bjs.

Poliana disse...

Hey Nanda amei seu post, mas deu para sentir o que é realmente SAUDADE, mesmo não sabendo como é ficar um ano fora de um país. Mas espero poder fazer um dia intercâmbio. Parece que este post fez refletir o que é viver em outro país completamente diferente do Brasil.
Bom adoro seu blog!
beijo;*

waleska crystina disse...

Nanda parabens esse post ficou otmo!
a e obrigada por ter tocado nesse assusnto de outro lado do intercambio vou fazer daqui 5 anos e esses anos vou me dedicar a nao reprovar na escola e me aperfeiçaor e ingles! como esse post me influenciou muito quero avisar que vou usar esses 5 anos para aproveitar com minha familia poque eu ja persebi que vou sentir muita falta dos anos que passei aqui no Brasil e sei que pode ser doloroso e dificil e sei tambem que eles querem sim que eu realize meus sonho (que por sinal sempre foi vijar para o exterior) e ir para longe deles vai ser um choque nao so para eles como para mim alias vou passar um ano fora! vou ter que me acustumar com os costumes de pessoas diferentes e que nao vai ter sempre uma coisa que nao vou esperar que aconteça!
mais sei sim que uma hora que eu estiver parada pensando em desistir minha familia vai estar aqui insistindo para continuar e nunca desistir! e eu tenho certeza e que sua familia esta muito orgulhosa de voce por aguertar essa saudade e saber que um dia uma hora ou em minuto ela vai ser matada! Nanda,obg muito obg mesmo Beijos

Isa Souza disse...

obrigada nanda, é muito importante vc falar sobre isso, do lado ruim, pra gente que vai (olha só quero ir hehe) preparar nossa cabeça pra essas coisas.
e vejo que vc tenta ver tudo do melhor lado possivel, continue assim pq vc vai viver mta coisa inesquecivel e quando vc voltar vai ter muuuito pra compartilhar.

Anónimo disse...

Moro em Portugal há 2 anos,e apesar de supostamente falarmos o mesmo idioma, isso não alivia em nada a saudade de casa. Precisei sair do Brasil pra entender o quanto meu povo e meus país são maravilhosos! Não existe nada amis bonito do que a nossa união, o nosso jeitinho. Estou voltando pro Brasil em março e nem sei se volto pra Europa!

Thabata Rodrigues disse...

Olá, Nanda.
Adorei seu post, nos faz pensar.
A vida é pra ser vivida e suas escolhas interferem nisso.
Você esta vendo ( no meu ponto de vista) as coisas mais alem.
E mostra o pesar delas, como se a vida fosse uma balança.
beijos.

Rʜɑy disse...

Nossa Nanda, amei esse post realmente mostra mesmo que nem tudo são flores, não é?!
Não sei , sou tão apegada aos meus pais, não de ficar coladaaaa com eles, eu dou mega importancia pra eles , as vezes até nem escuto as coisas que minhas amigas falam ,(tipo ah vce tem que buscar sua independencia bla bla bla )
Acho que ficaria com muitas saudades ,mas tentaria pensar sobre tudo que valeria muito a pena.
- adorei mesmo o post ajuda até a encarar melhor a realidade aqui no Brasil! A tomar vergonha na cara né kk


xoxo,R

Anónimo disse...

Oiiiie seu post foi PERFEITO concordo com TUDO .eu fiz intercambio de 6 meses na inglaterra e sabe aprendi 2 coisa a da mais valor nos meus pais e AMA mais a minha PATRIA EU TE AMOO BRASIL rsrsrs te desejo muita força pra continua e aproveita muito por que apesar de tudo isso da saudade da insegurança etc no fundo vale apena isso nos fas amadureser e agente começa a a muiiito valor no que tem . bjooos se cuida

Anónimo disse...

Oiiiie seu post foi PERFEITO concordo com TUDO .eu fiz intercambio de 6 meses na inglaterra e sabe aprendi 2 coisa a da mais valor nos meus pais e AMA mais a minha PATRIA EU TE AMOO BRASIL rsrsrs te desejo muita força pra continua e aproveita muito por que apesar de tudo isso da saudade da insegurança etc no fundo vale apena isso nos fas amadureser e agente começa a a muiiito valor no que tem . bjooos se cuida

Anónimo disse...

Oiiiiii, Nanda.
Adorei seu post,sabe isso nos
fas pensar muiito mas tudo q vc falou eu concordo se cuida e aproveite muiito
bjoooos

Anónimo disse...

Nanda eu amei o post!! a propósito, que carreira voce pretende seguir?
Beijos.

Fernanda Rios disse...

Profundoooo (L' Amoooooooooo sei blog todo dia eu entro para ver se tem alguma coisa nova ..... continua assim , que vc vai longe =D....
vc é miha inspiração , meu exmplo.

Lulis disse...

eu seempre leio teu blog, mas dessa vez fui obrigada a comentar!
Também sou gáucha e atualmente faço curso de Inglês, porque eu desencadeei a vontade de conhecer Londres, fazer intercâmbio, viajar pra vários lugares no exterior, e porque acho que vai ser útil com o que eu pretendo trabalhar.
Realmente, a moeda sempre tem dois lados, mas concordando contigo a gente mesmo que faz as coisas acontecerem, serem boas ou não.
Então é isso ai, força nos momentos difíceis e aproveita muito que 5 meses podem passar VOANDO e logo tu encontra tua família aqui no Sul.
Bj.

Kaí disse...

Adorei o seu post. Com certeza vc tem talento para escrever!Mesmo não tendo feito intercâmbio(ainda)eu senti, + ou - a saudade q vc tem de sua casa, das coisas de fazia e afins. Bjs!

Anónimo disse...

Adorei seu post (de verdade)e eu sei, eu sei vc esta super certa. Nada na vida é flores né?! mas enfim, queria te agradece, é muito bom sabe q vc esta dividindo um pouco da sua experiencia com a gente aq!

é isso ai! beijos ..

natália disse...

entendo perfeitamente isso que voce disse, passei e estou passando por tudo, mas tenho minha mãe comigo. faz 5 meses que estou morando em portugal, e é mesmo isso.. agora vejo que nao é só os portugueses que são frios, nós brasileiros que somos muito acolhedores. é tuuuudo verdade, quando voce está no brasil voce não gosta do seu país, mas acredite, quando voce não está mais passa a valorizar o seu país. não existe país igual,somos a alegria, cheios de vida. quando eu estava no brasil achava que os outros países eram todos perfeitos, mas não é.
talvez esse ano vou fazer intercambio também, quero muito ir pro EUA *-* agora estou mais preparada.

joao hernane disse...

muito bom o post ...eu sei tbm que a saudade doi muito quando vc esta fora dos entes queridos ...
já fiquei 7 meses fora do brasil sei o que isso!
As qualidades do brasil são inegavelmente muito bons,
não vi lugar nenhum parecido com nosso pais.

Aproveitar se vc passa seu orkut ou facebook? rsrs
um abraço

joao hernane disse...

muito bom o post ...eu sei tbm que a saudade doi muito quando vc esta fora dos entes queridos ...
já fiquei 7 meses fora do brasil sei o que isso!
As qualidades do brasil são inegavelmente muito bons,
não vi lugar nenhum parecido com nosso pais.

Aproveitar se vc passa seu orkut ou facebook? rsrs
um abraço

Anónimo disse...

Nossa Naanda ameei seu post, deixou mais claroo agr as conseuquencias boas ou ruins de um intercambio, e acho vc muuito corajosa por postar sabe o ladoruim, pq as vzs da um medo de falar algo errado e a host family ficar chateada, vc soube usar bem as palavras, ameei *-*

Débora disse...

Falta três meses pra eu fazer intercâmbio, acho que vou MORRER de medo,de saudades:/... eu tenho 16 anos, e vou deixar familia amigos, namorado... enfim.Só de pensar da um frio na barriga! hahaha
Beijos ;*

Larissa disse...

Nossa esse post foi muuito bom e não acho que você tenha passado uma imagem 100% positiva do intercâmbio, talvez seja porque o seu foi e está sendo muito bom e ficar contando as coisas ruins que aconteceram não é muito legal...

Anónimo disse...

Oi Nanda, parabéns pelo blog. Gostaria de saber se você pode passar o link do seu orkut. Desde já, agradecida. E muita força pra ti neste intercâmbio. Felicidades. Um beijo ^^

Anónimo disse...

Nossa, parabéns pelo post MESMO. Foi bom como voce esclareceu as coisas, nao é uma decisão fácil de se tomar... e parabéns pela força também, que encarar uma dessas não deve ser fácil. bjs

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ acheter cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ costo cialis farmacia
http://preciocialisgenericoespana.net/ comprar cialis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...